terça-feira, 23 de outubro de 2007

falando no Asimov...

Fiquei chocada ao perceber que quase ninguém aqui da Universidade ouviu falar do Asimov... E eu que pensava que ele era pop até demais. Quando descobri Isaac Asimov já tinha uns 14 anos e custei a me perdoar por não ter ouvido falar nele antes, como se eu tivesse culpa.

Bom, resolvi encarar uma empreitada de divulgação do "Bom Doutor" e felizmente descobri que já tem gente fazendo isso... Não me resta mais nada a fazer senão divulgar quem já está divulgando o Asimov.

Pra quem acha que o Al Gore foi o primeiro a alertar sobre os perigos do aquecimento global, saiba que Asimov, ainda em 1974 já tinha dito que a queima de combustíveis fósseis ia provocar o aquecimento do planeta e o derretimento das calotas polares.

Pra quem já ouviu falar que nenhum dos grandes escritores de ficção científica tinha previsto a Internet, ao ler outro dia um ensaio que o Asimov fez para a Enciclopédia Britânica, li um trecho que me emocionou: ele disse que ansiava pelo dia em que as pessoas teriam computadores portáteis ligados a um computador central que contivesse toda sorte de informações. Se isso não é uma previsão clara do que a Internet pode ser para nós, então não sei o que é...

Vou colocar os links para os blogs e sites do Asimov que encontrar surfando na web. Se alguém tiver mais alguma referência, por favor, me avise. Mais um favor, se você nunca leu nenhum dos 508 (acho) livros dele, passou da hora de ler! Pouquíssima gente pensa ou pensou com tanta clareza sobre tantos assuntos diferentes quanto Asimov, asseguro que é uma leitura no mínimo prazerosa dos 8 aos 150 anos!

3 comentários:

Lawrence Lagerlof disse...

Adorei o artigo. Como é bom saber que têm pessoas interessadas em divulgar a obra do bom doutor. Concordo inteiramente quanto ao fato de Asimov ter previsto diversas tecnologias que passaram a existir. Muita coisa pode ser debatida em relação a esse assunto. Ainda vamos conversar bastante.
Abraços!

Juliana Sampaio Farinaci disse...

Karlinha, que bom que vc voltou à ativa! morri de rir com a história da Erwinia.
adorei a lembrança do Asimov. me senti uma múmia paralítica por só ter lido uns 2 ou 3 livros dele. mas valeu a lembrança, que vou procurar ler mais alguns.
me fez lembrar tbém de um autor muito bom, o Stanislaw Lem, dos quais eu li "Solaris" e "memoirs of a space traveller". conhece? parrrpito que vc ia gostar.
beijos

Karla Yotoko disse...

Salve Ju!!!

A história da Erwinia não é pra rir, é pra chorar... Vc conhece outra pessoa azarada nesse nível? Não peguei ninguém e ainda levo um susto desses antes das 8 da manhã... Ninguém merece!

Bom, quanto ao Asimov, conto contigo pra fazer mais gente ouvir falar dele. É um absurdo o mundo esquecer dele só pq ele morreu, era genial demais pra isso...

Nunca li nada do Lem, mas estes títulos não me soam estranhos, vou procurar e depois te conto! Beijo!